Cappadocia, um lugar exótico e cheio de história

Entre todos os locais lindos que visitamos, um dos mais exóticos sem dúvida é a Cappadocia. Localizada em uma região central e semi-árida da Turquia, é famosa por suas “chaminés de fadas”, formações rochosas em forma de cone que se encontram no Vale do Monges, em Göreme. Estas formações foram utilizadas como casas na Idade do Bronze e mais tarde abrigaram as primeiras comunidades cristãs que ali podiam se proteger do frio e dos ataques na época Bizantina. O Vale de Ihalara, com 100 metros de profundidade, abriga várias igrejas esculpidas nas rochas. 

Visitamos uma das cavernas utilizadas como casa e os detalhes de como o espaço era utilizado, suas dependências, cozinha e dormitórios impressionam. Certamente a vida ali não era fácil mas ainda assim serviu de refúgio a muitas famílias e seus animais.

A região teve contato precoce com o cristianismo. Os Atos dos Apóstolos relatam que os judeus da Capadócia estavam presentes em Jerusalém durante a descida do Espírito Santo no Pentecostes (Atos 2:9), e a Primeira Epístola de Pedro menciona a Capadócia entre as comunidades cristãs perseguidas da Ásia Menor (1 Pedro 1: 1). No século 4, três teólogos da Capadócia – Basílio, o Grande, Gregório de Nissa e Gregório de Nazianzo – fizeram importantes contribuições ao pensamento cristão em seus escritos, refutando o arianismo e elaborando a doutrina da Trindade.

A posição da Capadócia no lado oriental do Império Bizantino a deixou aberta ao ataque. As invasões de grupos tribais no século V estimularam a construção de fortificações mais pesadas na área. Em 611, uma incursão do exército sassânida devastou a capital da Capadócia, Cesareia (moderna Kayseri). As invasões árabes na Capadócia começaram no século VII e continuaram no século X. Durante esses períodos de instabilidade, os grandes complexos de cavernas e túneis artificiais da Capadócia podem ter sido construídos ou ampliados a partir de estruturas existentes para uso como refúgios. No entanto, estabelecer datas precisas para sua construção tem se mostrado difícil.

A Capadócia desfrutou de um período de prosperidade nos séculos X e XI que levou a um aumento na construção de igrejas e mosteiros esculpidos na rocha. Muitas das igrejas sobreviventes deste período são ricamente decoradas. O Império Bizantino perdeu a Capadócia permanentemente quando ficou sob o controle dos turcos seljúcidas na época em que derrotaram o exército bizantino na Batalha de Manziquerta em 1071.

Um dos locais mais lindos para se fazer um passeio de balão, as imagens são belíssimas e completamente diferentes de qualquer outra região no planeta Terra. Infelizmente não pudemos nos dar o luxo de fazer o passeio devido a uma forte tempestade de areia que nos acompanhou no período de nossa visita. 

Foi difícil até mesmo andar pelo local pois a força do vento e a areia trazida por ele nos deixou paralisados e completamente incapazes de abrir os olhos por um bom tempo…sem falar na quantidade de areia que se alojou em nossas roupas e ouvidos. Pelas fotos vocês podem ter uma idéia do que foi, notem os cabelos esvoaçando ao vento e a tentativa de nos manter em pé, foi tenso.

Comentários Facebook