Viva a primavera! Tempo de renovação e beleza!

Os mitos e a jornada do herói de Joseph Campbell serão abordados este mês durante nossa programação. Serão dois encontros, o primeiro com ênfase na jornada do herói espiritual, que foi objeto de minha dissertação de mestrado no ano de 2014. Trabalho que envolveu a trajetória de vida de João de Camargo, místico e líder religioso, que viveu em Sorocaba no início do século XIX. Apresentaremos no segundo encontro o filme Cafundó, que retrata a sua jornada espiritual de forma primorosa e poética.

O estudo dos mitos e símbolos sempre me encantaram, ainda adolescente fui arrebatada pela série “O Poder do Mito”, que assisti avidamente. Fiquei fascinada com o carisma e sabedoria de Joseph Campbell e segui à risca seu conselho “Follow your bliss” ou “siga sua bem aventurança”. Hoje, muitas primaveras depois, posso afirmar que este foi o melhor conselho que já recebi. Tive a incrível oportunidade de participar de workshops com Jean Erdman Campbell, esposa de Campbell, e Robert Walter, presidente da Fundação Joseph Campbell, na ocasião. Aprendizados e memórias que para sempre ficarão em meu coração. Foram estes estudos que formaram meu caráter, fortaleceram minhas convicções e continuam sendo fonte inesgotável de inspiração e sabedoria. Graças à eles literalmente encontrei o “meu mito”, um mito para se viver! Gratidão é só o que sinto.

Estamos muito felizes com participação especial de Cinthia Kriemler, contista, cronista e poeta, em nossa revista. Escritora de talento ímpar, capaz de traduzir em suas palavras tanto sentimentos sublimes e delicados como também perturbadores e sombrios. Abordando em suas obras assuntos difíceis como a violência, o tráfico de crianças, angústias e desencantos da vida cotidiana. Sua escrita é instigante, precisa e poética. Muito nos honra sua participação!

Nosso amigo e professor Luiz Carlos Andrade Santos nos deixou no início de agosto. Ele se foi e nos deixou de presente o registro em vídeo de sua última aula; agora disponível para todos na revista e site. Ficaram impressos em nossos corações as deliciosas memórias deste dia, repleto de risadas e conversas inspiradas. Filosofou conosco apaixonadamente e profeticamente sobre Nietzsche, a aceitação da tragédia e o amor ao destino. Viveu tudo o que ensinava. Sentiremos sua falta todos os dias.

Aqui estamos apenas pousados num galho, logo abriremos nossas asas e voaremos aos céus! Por isso, devemos realizar nossos sonhos enquanto há vida e tempo.

Carpe diem!
Regina Proença

 

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *