Tomamos um avião de Nova Deli a Dehradun, distrito vizinho da cidade que fica ao norte do pais no estado de Uttarakhand. Um taxi nos levou até Rishikesh, no trajeto sinuoso em sua maior parte avistamos bosques, vimos também algumas placas com elefantes e tigres. Então ficamos sabendo que ali além de grande quantidade de macacos (bad monkeys, de acordo com o motorista) haviam tigres e elefantes e que no período da noite a estrada era fechada para evitar ataques! Coisas que só acontecem na Índia…

Rishikesh é o destino de muitos praticantes de Yoga pois a cidade e considerada a “Capital mundial do Yoga”. O rio Ganges, considerado sagrado, é amado pelos indianos. Ele nasce nos Himalaias e ali tem suas águas límpidas, cristalinas. A visão deste rio abençoado nos encantou, sua energia, luz e beleza ficarão marcados para sempre em nossa memória.

O hotel que estávamos hospedadas ficava à margem do rio e a vista de seu terraço nos deixou em estado de constante encantamento durante nossa estadia. Não podemos deixar de mencionar os detalhes que encontramos na decoração do hotel, repleto de mosaicos, pinturas e esculturas por todos os lados. Em nosso quarto encontramos um cardápio com fotos e informações sobre as principais atrações da cidade e as opções de tratamento ayurveda no Spa do hotel. Confesso que se não fossem as massagens que fiz durante os dias que ficamos hospedados lá, minhas pernas não teriam dado conta de tanta andança! Foi ótimo! Gratidão gratidão gratidão!

Após um breve descanso descemos para ver o rio de perto, quando estávamos descendo por uma das entradas presenciamos uma cena de intensa devoção e arrebatamento, registramos o momento quando uma indiana ao se aproximar das margens do rio entrou em estado alterado e um sacerdote que ali se encontrava a colocou em segurança permitindo que ela vivenciasse o êxtase sem se jogar nas águas do rio. Foi muito intenso e inusitado.

Olhamos com reverência e continuamos nossa caminhada ao longo dele até chegarmos ao local onde todos os dias ao pôr do sol, é realizada uma celebração conhecida como Ganga Aarti. Às margens do Ganges se reúnem sacerdotes, devotos, músicos e visitantes para um momento de contemplação, inspiração e bênçãos. A cerimonia é linda, com lamparinas, flores, incenso, preces e mantras. Pudemos sentir a energia de amor e gratidão que os indianos sentem por este rio. A emoção foi contagiante, mesmo sem compreender as palavras, o coração e alma reconhecem as bênçãos.

O comercio ali é voltado para a espiritualidade, muitos vendem japamalas, conchas e água do Ganges em garrafinhas. O colorido das flores, oferendas nas arvores, esculturas e lamparinas estão por todos os lados.

A cidade respira espiritualidade, há muitos templos, ashrams, escolas de yoga e mestre famosos na região. Uma das principais atrações é a ponte suspensa Laxman Jhula que nos leva à outra margem do rio. O caminho é estreito e um tanto tenso devido à grande quantidade de vacas e touros que não são muito bonzinhos, além de macacos que podem te assustar de repente. Alguns mais aventureiros descem o rio fazendo rafting. Nós não estávamos tão aventureiras assim, porém desfrutamos da vista que é incrível! Cruzamos de barco o rio e poucos minutos após alcançarmos a margem, caiu uma tempestade com fortes rajadas de vento. As fotos ficaram incríveis, mas navegar naquele rio com uma tempestade daquelas teria sido problemático…

Partimos em direção a fonte do rio, subimos as encostas por uma estrada tortuosa em direção a fonte do rio. No caminho tomamos um banho de cachoeira que renovou nossas energias e limpou nossa alma. Por um momento pudemos nos afastar da correria, transito maluco, barulho e das pessoas para curtir em silencio a natureza maravilhosa daquele local. Um verdadeiro privilegio!

Visitamos templos e nos encantamos com a vista deste local que reúne beleza, devoção, natureza, yoga e comércio de artigos religiosos, tecidos, roupas, especiarias, ouro e pedras preciosas. Uma tentação para os visitantes!

Comentários Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *