O Dalai Lama é reconhecido como sendo a manifestação de Avalokiteshvara, o Bodhisattva da Compaixão, cujo nome é Chenrezig em tibetano. É também o título de uma linhagem de líderes religiosos da escola Gelug do budismo tibetano.
Ele vive atualmente em exílio na Índia desde que a China invadiu o Tibet em 1959, residindo em Lhasa.
Durante o tributo vamos compartilhar um pouco de sua história e sabedoria, exibiremos o documentário “Compaixão no Exílio”, produzido e dirigido por Mickey Lemle, que mostra sua trajetória e conta como ele foi reconhecido em sua infância como o XIV Dalai Lama.
Sua vida é dedicada a luta pela liberdade de seu povo, difusão de valores como a compaixão, altruísmo e diálogo inter-religioso.
Possui uma risada contagiante, é um dos mais carismáticos líderes espirituais da atualidade. Além de pacifista e ativista político é um grande incentivador de pesquisas científicas em universidades do mundo todo sobre os benefícios da meditação através da Mind and Life Institute realiza encontros de estudos e difusão das pesquisas no campo da saúde, psicologia, espiritualidade e educação.

Local: Fora da Caixa – Coletivo Cultural
Rua Riachuelo, 437 – Vergueiro – Sorocaba / S.P.

Dia 10 de Junho – Início às 15:00
Vagas Limitadas – Reservas inbox ou contato@foradacaixacoletivo.com.br

Entrada – 1 kg de alimento não perecível ou litro de leite longa vida.


Atualização: veja como foi: http://www.foradacaixacoletivo.com.br/openzine/tributo-ao-dalai-lama-video/


Amigos,

Dia 10 de Junho às 15:00 faremos um Tributo ao Dalai Lama e exibiremos o documentário “Compaixão no Exílio” que conta a trajetória desse líder espiritual budista que é tão inspirador e carismático.
Postaremos no evento algumas imagens e filmes de locais sagrados da cidade de Bodh Gaya, cidade que visitei em minha peregrinação em dezembro de 2016. Ali encontram-se a caverna e as árvores sagradas onde Sidharta Gautama meditou e atingiu a iluminação. Além do belíssimo templo Maha Bodhi que foi construído em torno da árvore Bodhi, não dá para descrever a energia deste local. A cidade estava se preparando para receber a visita do Dalai Lama, que ia oferecer dez dias de ensinamentos e todos os locais estavam sendo preparados para sua chegada. Nosso guia Tashi, que é discípulo do Dalai Lama estava eufórico e é com ele que vamos mostrar os locais onde eu e minha filha Mirela Proença tivemos a honra a bênção de visitar. Existem centenas de outros templos e monastérios de todas as linhagens budistas, um mais lindo que outro, a cidade tem um comércio religioso muito diversificado e atrais pessoas do mundo todo, sem dúvida é um local encantado!

Espero que gostem, vamos dividir o conteúdo, o vídeo de hoje é sobre o trânsito e o comércio de Bodh Gaya.

 

Bodh Gaya
Tashi é discípulo do Dalai Lama, ele foi nosso guia em Bodh Gaya. Tivemos uma aula sobre budismo embaixo de uma das árvores sagradas do caminho, onde o Sidartha Gautama meditou, recebeu da pastora Sujata um pouco de mingau de arroz e teve a compreensão do caminho do meio. Eles nos dá uma aula de budismo, fala sobre os locais sagrados e conta a trajetória de iluminação de Buda. Ele também fala do projeto social que ajuda, oferecendo educação e moradia a centenas de crianças da região.

 

Mahakala Cave
Visitamos em seguida a Mahakala, a caverna onde Buda meditou e jejuou. A entrada é revestida de ouro que os peregrinos vão colocando em pedacinhos quando alcançam este local sagrado. Há um monastério no em torno e só é possível chegar até lá através de vielas, estradinhas que cortam rios. Ao longo do caminho temos a sensação que estamos voltando ao tempo de Buda, muito pouco deve ter mudado naquelas paragens é tudo absolutamente rústico.

 

Este é o ponto de chegada dos peregrinos que visitam a caverna Mahakala. Os sons, o cheiro de incensos, o ar gelado, a vista de onde Buda olhava o horizonte. Como explicar como os sentidos se multiplicam? Só mesmo agradecendo de todo coração pelo karma ter me levado até ali!

 

Nossa aventura budista radical teve momentos off-road e com certeza as emoções que se combinaram naquelas dias fizeram marcas indeléveis em meu coração. Aqui um pouco do trajeto de volta de Maha Kala e a caminho a vila onde existe o templo de Sujata, a pastora que ofereceu um pouco de mingau de arroz quando Buda estava meditando em jejum embaixo da árvore Banyan.

 

Este é o templo de Sujata, é famosos por trazer bênçãos as mulheres que desejam ter filhos. Muitas fazem essa peregrinação em busca da fertilidade.

 

Logo em frente ao templo de Sujata fica a entidade que Tashi mencionou, em todos os locais ele pedia para não darmos dinheiro as crianças que nos abordassem pois ali eles realizam um trabalho de educação que acolhe órfãos e crianças da redondeza para estudar inglês, hindi e outras matérias escolares, além de valores essenciais para que o futuro delas não seja nas ruas. Visitamos o local e contribuímos com doações, o diretor da entidade fez questão de nos mostrar como elas são espertas e educadas. Foi muito comovente, nosso coração saiu dali apertado mas cheio de esperança!

 

Bodh Gaya, como muitas outras cidades da Índia possuem um trânsito barulhento, complexo e peculiar…o barulho das buzinas é algo impossível de não se notar, as pessoas, vacas, cabritos, cachorros parecem estar em uma harmonia que desafia nossa compreensão. O comércio ali é bastante intenso, multi colorido e capaz de fazer até o budista menos consumista deixar várias rúpias à caminho dos templos…

 

Em Bodh Gaya também existe um museu arqueológico, infelizmente não é permitido fotografar lá dentro mas algumas esculturas são anteriores ao período budista e estão em bom estado de conservação. Há imagens da restauração do templo Maha Bodhi, que mostraremos em fotos na sequência.


A arte religiosa é muito delicada e a tibetana é especialmente colorida, no vídeo algumas mandalas pintadas à mão em couro, tecido,bandeiras,objetos de devoção,malas e tankas…um deleite para os olhos e o coração!

 

São muitos templos budistas reunidos em uma mesma cidade, todos são ricos em detalhes, pinturas, colunas, esculturas e altares com divindades e oferendas coloridas, incensos perfumados e devotos de todos os lugares do mundo.
Fica difícil dizer qual é o mais bonito mas em todos sentimos o quanto Buda é reverenciado com capricho e dedicação.

 

Comentários Facebook

One thought on “10/06/2017 – TRIBUTO AO DALAI LAMA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *